Dezembro Vermelho. Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/Aids.

Atualizado em 04 de dezembro de 2023

A campanha do dezembro vermelho tem o intuito de alertar e conscientizar sobre formas de contágio e tratamento da Aids e de outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). O mês também marca a luta contra o preconceito em torno da doença e de seu portador.  A lei foi sancionada em dezembro de 2017 e a campanha possui um conjunto de atividades com foco na prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV. A escolha do mês foi em função do Dia Mundial contra a AIDS, celebrado no mundo inteiro no dia 1º de dezembro.

O que é AIDS?

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é uma doença causada pelo vírus HIV, que ataca o sistema imunológico e destrói os glóbulos brancos. O vírus pode ser transmitido através do esperma, secreção vaginal, sangue ou pelo leite materno.

Entre os sintomas estão fraquezas, náuseas e vômitos, febre, falta de apetite, rápido emagrecimento, candidíase persistente, suor noturno, diarreia, inchaço dos gânglios linfáticos e dores musculares. Para evitar o vírus é necessário:

– Utilizar camisinha durante a relação sexual;

– Exigir material descartável ou esterilizado em consultórios médicos e odontológicos, laboratórios de exames, barbearias, serviços de manicure e estúdios de piercing e tatuagem;

– Não compartilhar objetos cortantes como agulhas, lâminas e seringas;

– Utilizar luvas ao manipular feridas e líquidos contaminados;

– Grávidas: fazer teste HIV no pré-natal e, caso o resultado dê positivo, o médico orientará o procedimento para que a gravidez seja segura para o bebê.

Transmissão:

Os pacientes soropositivos, que têm ou não Aids, podem transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações.

Tratamento:

Todas as pessoas diagnosticadas com HIV têm direito a iniciar o tratamento com os medicamentos antirretrovirais, imediatamente, e, assim, poupar o seu sistema imunológico. Esses medicamentos (coquetel) impedem que o vírus se replique dentro das células T CD4+ e evitam, assim, que a imunidade caia e que a Aids apareça.